Notícia real e objetiva
O sargento Pojo, do 6º Batalhão da Polícia Militar, foi morto quando deixava mais um dia de trabalho, na noite deste sábado (20).

Via whatsapp

ANINDEUA


O sargento Pojo, do 6º Batalhão da Polícia Militar, foi morto quando deixava mais um dia de trabalho, na noite de sábado (20).

Ele foi alvejado com três tiros dentro do próprio veículo, na rua 13 de maio, no bairro do Curuçambá, em Ananindeua.

As circunstâncias do crime ainda estavam sendo levantadas pela Polícia Militar da área, até a publicação da reportagem. A principal suspeita era a de que ele teria reagido a uma tentativa de assalto.

SÁBADO VIOLENTO

A morte do sargento se soma aos outros casos de violência ocorridos durante o sábado. À tarde, dois mototaxistas foram assassinados, sendo um na rua Quinta das Carmitas e outro no Curuçambá.

Já no canteiro central do Paar, em Ananindeua, uma pessoa morreu e duas ficaram feridas após serem baleadas.

Também durante a tarde, um homem foi assassinado dentro de um quitinete no bairro do Jurunas.

Blog do Waldemir Santos

(DOL)

Publicidade