Notícia real e objetiva
Primeiro corpo já foi removido pela equipe do IML. Corpos de desaparecidos foram visualizados no início da tarde nos corredores e na cozinha do empurrador.

Empurrador CXX foi colocado em cima de uma balsa para os trabalhos de perícia (Foto: Débora Rodrigues/TV Tapajós)

SANTAREM


Familiares dos nove desparecidos no naufrágio do Empurrador CXX, confirmaram ao G1 que foram informados no início da tarde desta terça-feira (5) por profissionais envolvidos na operação de içamento da embarcação, que na entrada dos peritos, corpos já foram visualizados nos corredores e na cozinha do empurrador.

A embarcação foi retirada do fundo do Rio Amazonas, em Óbidos, oeste do Pará, na manhã desta terça-feira. A operação de resgate teve início dia 14 de novembro.

Segundo Gilmar dos Santos Brito, irmão de Juraci dos Santos Brito (desaparecido), os peritos informaram que os corpos estão inteiros, apesar de já ter se passado quatro meses desde o naufrágio da embarcação ocorrido em 2 de agosto de 2017. “Disseram para nós que foram encontrados corpos nos corredores e na cozinha do empurrador. Agora, eles vão entrar nos camarotes para tentar localizar os outros desaparecidos. Só depois é que eles informarão quando serão levados para Santarém”, relatou.

Remoção

O trabalho da perícia do IML iniciou dentro do empurrador por volta das 16h. Um dos corpos localizados já foi removido do interior da embarcação.

A perícia ainda não informou o número exato de corpos encontrados dentro do empurrador. O trabalho é cuidadoso para preservar o máximo possível a integridade dos tecidos para coleta de material que passará por exame de DNA.

Blog do Waldemir Santos

Info : G1 Santarem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade